domingo, 20 de janeiro de 2013

Relógio

 Leões rugem. Cães latem. E são todos iguais. Todos iguais. Cabeças pensante num sistema insignificante  Como engrenagens. Engrenagens de um relógio.

Tic - Tac - Tic - Tac - Tic -Tac -Tic - Tac - Tic - Tac - Tic - Tac - Tic - Tac

 Acorde e veja tudo que viu ontem e verá amanhã. Eles falam com você. Eles falam por você. Através dessas telas luminosas que você tem na sala de estar. e em seus quartos. E você as da atenção. Muita atenção. Assim como eles querem. Fazendo o sistema funcionar. Como engrenagens. Engrenagens de um relógio.

Tic - Tac -Tic - Tac -Tic - Tac - Tic - Tac - Tic - Tac -Tic - Tac - Tic - Tac

Ora, vejam só! Que banquete saboroso que é a vida! Tantas variedades, tantos sabores... Mas então... Por quê você permanece nos petiscos?
 Fique a vontade, puxe uma cadeira e sente-se conosco e vejamos agora mais um capítulo da minha novela favorita. Capítulo de hoje: Degeneração.
 Soa um tanto familiar, não? Não? Então, seja bem-vindo, você está na mesa dos petiscos, lugar certo para você. Afinal, tudo precisa estar em seu devido lugar, como engrenagens. Engrenagens para que o sistema possa funcionar. Como um relógio.

Tic - Tac -Tic - Tac -Tic - Tac -Tic - Tac - Tic - Tac - Tic - Tac - Tic - Tac

por: Vinicus Silva Souza xD